Sejam Bem-vindos!     Telefones: (62) 3624-4669

Image Alt

  /  Ajuda   /  DISCIPULADO

DISCIPULADO

Por Apóstolo Sinomar Silveira

 

Ide, portanto, e fazei discípulos de todas as nações (Mt 28:19)

O discipulado é a proposta de Deus para sua Igreja. Nenhuma outra estratégia nos foi apresentada como segunda opção. Quando fazemos as coisas do jeito de Deus, os resultados são extremamente positivos.

Para se envolver no discipulado, transformando-se em discipulador, basta ter vontade de servir ao Senhor. Você não precisa ter cursos especiais como uma faculdade teológica ou outro curso equivalente. Quando você se dispõe, Jesus Cristo trabalha em sua vida e você se deixa ser transformado em seu caráter e, gradativamente, vai se tornando parecido com Cristo; isso agrada o coração do Pai.

O Senhor providencia um revestimento da gloriosa unção do Espírito Santo a todos que estão no propósito de servi-lo. A grande maioria dos discipuladores do primeiro século não tinham formação superior, eram leigos, homens simples, mas apaixonados pelo evangelho e começaram a aplicar esse método revolucionário que trouxe um excepcional resultado para o cristianismo do primeiro século e, por incrível que pareça, ainda continua atual e, sem dúvida nenhuma, é o melhor método para se ganhar uma alma para Cristo e mantê-la viva ganhando outras, e assim sucessivamente.

Fala-se muito hoje em transformação do Planeta Terra, mas o Planeta só pode ser transformado através de Jesus e o melhor método para levar Jesus a alguém é o discipulado. Sem o discipulado bíblico não há fruto permanente, e não há conquista consistente.

Hoje temos multidões famintas por Deus, mas estão sem vida e sem esperança. Não basta reunir essas multidões e curar suas enfermidades ou procurar entretê-las com a presença de artistas – embora os artistas sejam pessoas muito importantes e especiais para Deus e tenham o seu papel no reino. É preciso discipular, um a um, ser um pai ou mãe espiritual dessas pessoas.

A igreja do Senhor é uma comunhão de salvos, em transformação, cujas vidas estão em constante edificação, para que todos, um dia, se transformem em pessoas amadurecidas em Deus.

Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo. Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função (Efésios 4:15,16).

O discipulado bíblico é a única maneira de evitar a má nutrição espiritual das pessoas. Ele possui dois componentes essenciais: A morte de si mesmo e a multiplicação.

A morte de si mesmo –Os primeiros seguidores de Cristo tornaram-se seus discípulos quando imediatamente obedeceram à sua ordem e o seguiram.

Essa obediência imediata resulta na morte de si mesmo. Para viver a verdadeira vida abundante é necessário morrer para seu “ego”, ou morrer para si mesmo. Quando recebemos a salvação recebemos também o fardo de Cristo, recebemos a cura, e isso inclui servi-lo integralmente. Seguir a Jesus é deixar-se crucificar com Ele, como disse o Apóstolo Paulo:

“Fui crucificado com Cristo. Assim já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”.

A multiplicação – No início eu disse que Jesus concentrou sua atenção em doze homens e agora já podemos ver a multiplicação que foi ocorrendo, sendo que no final de seu ministério Ele já contava com os setenta e depois, já no livro de Atos dos Apóstolos a multiplicação era uma realidade ainda maior. Assim está acontecendo em nossos dias. O Senhor deseja que seu evangelho chegue até aos confins da Terra e nós somos seus instrumentos e cooperadores.

Cristianismo não é só um conceito religioso, cristianismo é contágio e se não contagiar perde o seu conceito.

 

Postar Comentário