Sejam Bem-vindos!     Telefones: (62) 3624-4669

Image Alt

O sentimento de inveja

Apóstolo Sinomar Silveira
Um dos provérbios mais conhecidos é este: “Em árvores sem frutos não se atiram pedras”. A inveja, como ventos, açoita os cumes mais altos. Ela é um atestado de inferioridade a serviço da superioridade do invejado. A inveja é a arte de contar os benefícios que os outros recebem, em vez de contar os nossos. Uma pessoa invejosa provoca mais desgraças de que uma pessoa miserável; ela sempre reflete o complexo de inferioridade de quem a abriga. Assim como a traça rói as roupas, assim também a inveja aniquila o ser humano.

A inveja não está isenta de uma espécie de cobiça, e muitas vezes essas duas paixões se misturam.

A inveja pode ser fruto de uma educação defeituosa; mas não resta dúvida que este sentimento é essencialmente humano, tendo por base o instinto de propriedade e o desejo de posse daquilo que não é nosso. Salomão, o homem mais sábio do mundo, declara o seguinte: “O rancor é cruel, a fúria é destruidora, mas quem consegue suportar a inveja? (Pv 26:4).
É extremamente difícil conviver com uma pessoa invejosa; é quase impossível. “A inveja apodrece os ossos” (Pv 14:30). Assim como a ferrugem consome o ferro, a inveja consome o invejoso. Trata-se de uma paixão maligna, vil e desprezível. É por isso que Tiago, irmão do Senhor, declara em sua epístola: “Contudo, se vocês abrigam no coração INVEJA AMARGURADA e ambição egoísta, não se gloriem disso, nem neguem a verdade.
Mas você pode fazer a vida valer à pena. Depender de Deus é a melhor decisão – nessa dependência você terá forças para lutar por seus filhos ou pelo próprio casamento; terá forças para suportar uma crise ou um momento difícil.
No futuro, quando você atingir a velhice, poderá olhar para o bom resultado e nem irá se lembrar dos momentos pesados que passou e poderá dizer: “Não sei muito bem como cheguei aqui, mas sou vencedora”.
Onde há INVEJA e ambição, aí há confusão e toda espécie de males” (Tg 3:14-16). A inveja não está isenta de uma espécie de cobiça, e muitas vezes essas duas paixões se misturam. Outra coisa: A inveja é uma porta aberta para a amargura, por isso o invejoso é tirano e carrasco; sofre porque os outros são venturosos. É impossível ser feliz e invejoso ao mesmo tempo.
O Apóstolo Paulo menciona um grupo de pessoas que, mesmo sendo religiosos “Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiças, maldade, ganância e depravação. Estão sempre cheios de INVEJA, homicídio, rivalidades, engano e malícia” (Rm 1:29) – FUJA DELES!
Postar Comentário