Sejam Bem-vindos!     Telefones: (62) 3624-4669

Image Alt

  /  Ajuda   /  RESPONSABILIZE-SE

RESPONSABILIZE-SE

Apóstola Noeme Torres

 

A mulher é, sem dúvida, a edificadora do lar. A Bíblia diz que “A mulher sábia edifica a sua casa e a tola com as próprias mãos a destrói” (Pv 14:1).

 

A mulher pode mudar o rumo de sua própria vida e o rumo de seu lar. Isso pode parecer uma responsabilidade grande demais para a mulher, mas se ela acreditar nisso e criar alvos de aprimoramento no relacionamento, sempre debaixo de muita oração e jejum, ela poderá ver acontecendo milagres grandiosos na sua vida em família. É claro que essa transformação não acontece de uma hora para outra, mas com propósito firme, constância e vida com Deus, as coisas vão se modificando gradativamente. 

 

Você consegue. Você é forte. Você é sábia.

 

CUIDE DO SEU VINHEDO

 

A mulher é bem sensível e pode perceber o que está acontecendo no mundo espiritual, como: Que tipo de força espiritual entrou para devastar o seu casamento, a sua vida pessoal, as suas finanças, afinal, a sua plantação. Estou usando essa expressão com base em Ct 2:15.

 

“Peguem todas as raposas e raposinhas, antes que destruam o vinhedo do amor, pois as videiras estão em flor”. (Ct 2:15- NVT).

 

No texto nós vemos que a moça está responsável pelo vinhedo.

 

Ela, provavelmente, estava dando ordens para os cuidadores – ela pagava 200 peças de prata para eles cuidarem (Ct 8:12). 

 

As raposinhas representam as ameaças para os relacionamentos como: altos e baixos do amor ou qualquer coisa que impeça o casal de desfrutar da companhia agradável um do outro – coisas que normalmente são consideradas naturais como crise de temperamento, cansaço, tédio por causa de um dia difícil… mas que se não forem observados podem ser como as raposinhas no vinhedo. Elas parecem inofensivas, mas podem causar um estrago grandioso.

 

Vamos lá com pequenas dicas que podem representar perigo em seu vinhedo do amor. 

 

Cuidado com sua cabeça dura. Assuma quando estiver errada pois a sua forma de agir pode ser uma abertura para a entrada das raposinhas.

 

Cuidado com os terceiros – sogros, filhos, amigas, irmãos, parentes, colegas de trabalho, igreja – todos aqueles que acham que podem dar opinião em sua vida. 

 

Chame seu marido para orar e ungir a sua casa – frequentemente.

 

Pare de colocar culpa  em outras pessoas ou mesmo na sua história de vida. Lembre-se de que você é uma nova criatura.

 

Por que eu vou mudar se ele me critica em tudo? 

 

Converse com ele sobre as críticas, mostre que elas estão lhe fazendo mal – as raposinhas serão afugentadas.

 

Não fique tentando ficar doente para receber atenção. Quando éramos crianças, nós nos sentíamos uma criança a mais nas famílias numerosas, então nós gostávamos de ficar doentes, só para recebermos atenção especial. Hoje, muitas mulheres se comportam da mesma forma, buscando atenção, com provocações, ou com reclamações, mas o resultado de hoje não é como o da infância. Essa atitude é sempre negativa. 

 

Nós nos tornamos responsáveis por cultivar o amor no casamento (homem e mulher). Não podemos deixar que terceiros se tornem uma influência negativa na felicidade conjugal.

 

Responsabilize-se, reconheça seus erros e mude.  A vinha é sua – cuide para que suas flores não caiam impedindo sua frutificação.

 

Podemos nos lembrar aqui da famosa frase de Saint Exupéry em seu best seller, O Pequeno Príncipe – “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.

 

Vá lá. Cuide de sua vida. Responsabilize-se.

Postar Comentário