Sejam Bem-vindos!     Telefones: (62) 3624-4669

Image Alt

  /     /  NÃO MACULE A SUA HISTÓRIA

NÃO MACULE A SUA HISTÓRIA

Por Apóstolo Sinomar Silveira

O mais importante em nossa caminhada não é como começamos, mas como terminamos. O primeiro personagem do universo que maculou a sua jornada foi Lúcifer. Ele era filho da alva – portador de grande luz. Mas o orgulho entrou em seu coração e travou a sua caminhada no reino celestial. Ele caiu e com ele caíram todos os anjos apostatados do seu primeiro estado. O profeta Isaías descreve o fato assim:

“A sua soberba foi jogada no abismo junto com o som das suas arpas. Veja como você caiu do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Você dizia: subirei a céu, exaltarei o meu trono acima das estrelas” (Is 14:11-12).

Eu não preciso dizer que isso não deu certo. Uma história tão linda, de grandeza e glória, terminou em tragédia e derrota. O orgulho é um elevado e exagerado conceito de si próprio. É um sentimento doentio que se veste de soberba e vaidade.

É duro aturar uma pessoa orgulhosa. Ela cospe para todos os lados e sempre se considera superior no ambiente onde vive. O orgulho transformou os anjos em demônios. Portanto, quem luta para brilhar mais do que as pessoas ao seu derredor, deve ter cuidado para que esse comportamento não se transforme numa “síndrome luciferiana”. Isso com certeza já interrompeu o projeto de Deus na vida de muita gente.
Juntamente com o orgulho há uma gama de outros sentimentos maléficos que nos tiram do propósito: O ciúme, a inveja, a mentira e a hipocrisia. Temos notáveis exemplos bíblicos de espírito orgulhoso, de ciúme exacerbado, de inveja desenfreada, de mentiras e hipocrisias. Cito por exemplo: Hamã, Absalão, Judas Iscariotes, o fariseu de Lc 18 e centenas de outros. Nós, filhos de Deus, precisamos fugir dessas manifestações da carne que acabam maculando a nossa história. Fujam, corram, escondam-se dessas coisas!

Não maculem sua história, não saiam do plano de Deus, não roubem de Deus a glória que só é devida a Ele. Sejam gratos por tudo, inclusive pela vitória do seu semelhante; sejam educados com todos, sejam amigos leais, não queiram a posição dos outros. Sejam incentivadores e não críticos; usem suas mãos para aplaudir e não para jogar pedras; sejam instrumentos de Deus na vida das pessoas e não uma pedra no caminho delas.

Dessa forma a jornada de cada um será imaculada e vitoriosa; o nome do Senhor será glorificado e vocês terminarão a jornada nesta vida sob o aplauso dos céus.

Postar Comentário